Campeonato de Quiz de Cascata da Guilherme Cossoul

2018

Dezembro

2017
2016
2015

Terminou na passada quarta-feira o campeonato da Guilherme Cossoul com uma justa vitória dos já campeões Psitacídeos que Dizem Ni.

Foi um jogo emotivo até ao final, os Nimedes lideraram durante a maior parte do tempo mas um final para esquecer atirou-os para fora do pódio. Em contraste tiveram os supra referidos Psitacídeos que após um começo de jogo atribulado (já lá vamos) ainda tiveram tempo de uma recuperação só ao nível dos melhores.

Nesta jornada os jogadores de quiz tiveram a oportunidade de testar um novo sistema de cascata que terá aqui uma pequena análise.

Este novo sistema consiste em permitir às equipas escolherem o tema da pergunta que querem responder e, além disso, o nível de dificuldade da mesma (1, 2 ou 3).

A equipa que inicia cada cascata é aleatória (apesar de cada equipa ter, obviamente, uma pergunta directa para si em cada ronda) assim como para onde vai a cascata caso uma equipa falhe uma pergunta. O conceito de cascata ascendente e descente é posto assim totalmente de parte.

Os pontos arrecadados por um equipa varia consoante o nível de dificuldade pedido e, no caso das cascatas, vai subindo conforme o número de equipas que já falharam essa mesma pergunta.

Este sistema teoricamente traz mais emoção ao jogo e permite finais mais imprevisíveis visto que as perguntas de maior nível de dificuldade têm a tendência de ficarem para o fim e assim mais pontos estão em disputa da recta final. Foi isso que aconteceu e bem.

De um modo geral este sistema parece tornar a sorte um factor demasiado importante mas as melhores equipas conseguem de alguma forma contornar o problema.

Não podemos é deixar de referir algumas falhas que insistem em acontecer neste tipo de experiências e que prejudicam a verdade desportiva do jogo.

Bem no início do jogo é considerada errada uma resposta certa e considerada certa uma resposta errada na mesma cascata. Depois é referido que "não há nada a fazer" porque o sistema não permite corrigir erros do apresentador. Ora isto adultera logo a verdade desportiva.

A má nivelação das perguntas é outro dos problemas que teima em acontecer, bem sabemos que o que é fácil para uns é difícil para outros mas... quem anda nisto há tantos anos já devia conseguir distinguir para evitar estas situações.

É também importante ter noção do que se está a perguntar e não induzir as equipas em erro quando surgem dúvidas de interpretação da pergunta.

Tudo isto são situações que podem e devem melhorar.

Disponibilizaremos a classificação oficial final assim que a ela tivermos acesso.